Marketing para Médicos

O marketing para médicos é o campo da comunicação na área médica que envolve profissionais de saúde e pacientes. No entanto, é preciso observar bem as regras para aplicar esse tipo de marketing.

marketing para medicos1
Marketing para Médicos. Fonte: Freepik

Atualmente, a empresa que não adere às práticas eficientes de marketing tem dificuldades em chamar atenção para seus serviços e atrair novos clientes. No setor da saúde, as clínicas e os médicos aderem cada vez mais a ferramentas de marketing.

Importância do marketing para médicos

No passado, os pacientes só conheciam os médicos por meio de referências (ainda um bom método de marketing para médicos) e catálogos de planos de saúde. Porém, hoje em dia as pessoas estão mais atentas à sua saúde e mais exigentes em relação às informações que recebem.

marketing para medicos2
Importância do Marketing para Médicos. Fonte: Freepik

A Internet permite pesquisar informação sobre qualquer assunto, encontrar diferentes fontes e conhecer especialistas em qualquer área. Dessa forma, os médicos que não estão na Internet perderão a oportunidade perfeita de atrair pacientes para a clínica.

Além disso, o destinatário da recomendação procurará um especialista na página virtual para confirmar as informações sobre ele. Os profissionais de saúde que desejam se manter competitivos no mercado devem se adaptar às realidades atuais e investir em estratégias de marketing.

Nesse caso, o marketing de entrada (também chamado de “novo marketing” ou “marketing de conteúdo”) é o ideal, conforme mostrado a seguir.

Marketing digital médico

O marketing digital médico é um investimento indispensável atualmente para profissionais que querem estar sempre atualizados.

Segundo pesquisa realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 181 milhões de brasileiros estavam conectados à internet em 2019, isso significa que sete a cada dez brasileiros estão navegando na web.

Só essa informação já deixa bem claro a necessidade da sua clínica ou consultório médico estar presente e atuante nas plataformas da Internet.

Por este motivo, você precisa se dedicar a uma nova realidade de comunicação e abraçar o marketing digital.

Marketing digital não é tão diferente do marketing tradicional, a diferença é que agora você tem novas possibilidade de aplicar a estratégia no mundo da tecnologia.

E claro, o objetivo continua o mesmo, atrair novos clientes, só que agora é possível realizar isso por meio do mundo digital.

Este é o momento para aumentar o número de pacientes através de estratégias de marketing médico digital, afinal muitos estão em casa procurando seu serviço neste exato momento.

Você médico, dentista ou profissional da área de saúde (fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas entre outros), pode alcançar ótimos resultados pela internet, se estiver bem orientado.

Se seu site não te traz contatos suficientes ou se você pensa que somente redes sociais é o suficiente, você precisa aprofundar mais suas estratégias de marketing digital sempre respeitando a ética da publicidade médica.

Algumas ferramentas do marketing digital muito importantes que serão muito úteis na atração de novos pacientes:

  • Website – fundamental para captação de pacientes;
  • Google – anúncios diretos e SEO para aparecer na frente da concorrência e bem posicionado na região escolhida;
  • Redes Sociais – estratégia de marketing vital para direcionar ao website;
  • Telemedicina – integração ao Website das ferramentas da telemedicina;

Ficar fora da internet atualmente é perder espaço para concorrência e diminuir sua área de atuação.

Uma das estratégias mais utilizadas é a criação de conteúdo para estabelecer um relacionamento de confiança com seus potenciais clientes, o público alvo, pessoas que podem se tornar pacientes da sua clínica ou consultório.

Então, mas como você pode aplicar isso no seu negócio? Para isso você precisa entender os três pilares dessa estratégia:

Atrair a atenção de potenciais clientes

Sabe quando você está com muita fome e realiza uma pesquisa para encontrar restaurantes e lanchonetes próximos do seu local? Esse mesmo processo acontece com as pessoas que precisam de um médico e estão perto da sua clínica ou consultório.

Mas, se você não souber aplicar o princípio de atração no mundo digital, provavelmente não conseguirá ser encontrado por essa pessoa. A primeira coisa que você deve saber é que seu potencial público busca essas informações no maior e mais completo buscador da web, o Google.

Para começar, você deve criar uma conta no Google meu Negócio. Por meio desse gerenciador é possível inserir o endereço da sua clínica ou consultório no Google Maps, responder dúvidas frequentes dos potenciais pacientes e disponibilizar informações sobre os dias e horários de atendimento.

E para melhorar o desempenho nas buscas é fundamental que você crie um website do seu negócio, para reunir informações, como os serviços prestados, especialidades, etc. Além disso, uma estratégia eficaz necessita de conteúdos para relacionamento com o seu paciente, você pode fazer esses conteúdos por meio de um blog, vídeos e redes sociais.

Converter interessados em clientes

Após atrair um público será imprescindível que você consiga torná-lo seu paciente. Contudo, obviamente, nem todo mundo que consumir seus conteúdos se tornará seu paciente, então é preciso se esforçar para que um boa taxa da audiência converta-se em cliente. Por exemplo, no final de um artigo sobre determinado sintoma, você pode falar sobre sua clínica médica.

Fidelizar clientes

Não adianta muito se você tem uma boa taxa de atração e uma péssima taxa de fidelização. Para manter o lucro sobre o investimento será necessário tornar esse paciente fiel ao seu consultório ou clínica médica. Nesse pilar também é possível realizar diversas estratégias de conteúdos ou comunicações para melhorar esse índice.

Por exemplo, enviar um lembrete de retorno, uma mensagem de felicitação quando for o aniversário do paciente ou um simples obrigado após a consulta realizada gera mais engajamento entre você e seu paciente. A boa notícia é que você pode enviar essas mensagens dos exemplos por SMS e email através de programas de automação baratos. Existem diversas estratégias que podem fidelizar o seu paciente, como o marketing de relacionamento, por exemplo.

Estratégias de marketing para médicos

A harmonia do marketing online e offline é importante para melhorar o engajamento diversificado do cliente, aumentar os pontos onde as pessoas podem se lembrar da marca, se conectar com a clínica e aumentar a atratividade das instalações.

Afinal de contas, nem todo mundo entende de tecnologia e interage bem com o marketing online. As estratégias offline e online são complementares, e juntas, podem dar uma contribuição significativa para a promoção dos negócios da saúde.

Essa situação deve servir de exemplo principalmente no cuidado e na relação com o paciente. Isso porque contribui também para a credibilidade da clínica e para o estabelecimento gerar mais relações de confiança.

Um bom jeito de começar a fazer publicidade na medicina é começar pela definição do perfil de pessoas que você quer atender no consultório, pois isso irá orientar qual tipo de conteúdo será produzido.

Defina sua persona (público-alvo)

Primeiramente, persona nada mais é que a personificação do seu paciente ideal, o seu público-alvo. Com o marketing médico, estude os pacientes que você já tem. É garantido que eles têm algo em comum.

Busque saber qual o perfil dos pacientes que você possui ou deseja possuir, pois essa é a informação básica do marketing para médicos. A partir desse conhecimento, é possível desenvolver estratégias que possam alimentar públicos, antecipar suas necessidades e surpreendê-los ao atender suas necessidades sem mencioná-las.

Realize algumas entrevistas

Converse realmente com os pacientes que vão ao consultório médico e tente observar características deles para saber idade, situação financeira, ocupação, estado civil, se têm filhos, o que procuram lá e outras informações.

A conversa deve ser aberta e o mais natural possível. Uma técnica é fazer as pessoas contarem suas histórias, escreverem o que acham que é importante e fazer perguntas quando aparecer qualquer informação que desperte curiosidade.

Pesquisa

Veja nas mídias digitais o que aquele grupo de potenciais clientes acompanham, quais são as coisas que chamam a atenção deles, quais são os assuntos que eles gostam de compartilhar. Isso aumenta suas chances de acertar logo de início quais são os meios que funcionam nesse tipo de negócio

Construção de um site

No site você poderá mostrar muito do que sabe. Ao produzir conteúdo sobre um determinado tema, você gera autoridade e faz com que mais pessoas te procurem e te encontrem mais facilmente. Mas atenção: Não crie um site e o abandone, é necessário que você sempre que possível esteja presente, compartilhe novos assuntos e tire dúvidas o que consequentemente atrai potenciais clientes para você ou sua clínica.

O site para um médico é o seu principal ativo. O endereço virtual é tão importante quanto o endereço físico. Os usuários vão localizar o médico, conhecer sua especialidade, entender seus serviços e a partir daí se tornarem pacientes.

O médico precisa entender o site como o seu primeiro paciente, pois para quase todos os usuários que buscam determinada informação no Google o destino final é um site. O site tem a missão de receber o futuro cliente, encantá-lo e gerar a conversão (consultas, procedimentos e exames). Ele deve ser utilizado como uma forma de extensão das suas ações para ter mais pacientes.

Assim, essa ferramenta deve agregar valor ao seu trabalho e entregar conteúdos relevantes como artigos e vídeos.

O marketing de conteúdo para médicos é muito importante e os websites precisam ser atualizados constantemente. Ao mesmo tempo a versão mobile fará a diferença, uma vez que 70% das pesquisas são feitas por celulares. O médico precisa dar condições para que o lead encontre seu site entre tantos outros.

Os principais benefícios para o médico ter um site são:

  • Ser encontrado pelos pacientes por meio de mecanismos de buscas.
  • Divulgar os serviços principais.
  • Se conectar com as redes sociais.
  • Expor seus trabalhos.
  • Divulgar os convênios que atende.
  • Contar novidades aos pacientes.
  • Publicar quando participará de eventos e congressos.

Um dos grandes desafios dos médicos é construir sites atrativos que gerem conversões. Atualmente, muitas pessoas consideram o Google como médico, basta pesquisar os sintomas e medicamentos e está tudo certo.

É importante criar um website com conteúdo qualificado e relevante com curiosidades médicas, análises e dicas de saúde. Dessa forma, o médico passa a ser visto como uma autoridade em sua especialidade.

Para gerar mais conversões (pessoas marcando consultas, exames, etc), o site médico deve ser no estilo one-page com um blog. Esse tipo de website é 3 vezes mais eficiente do que aqueles em que há muitos menus e abas.

A vantagem do site com única página é que o visitante rola a página enquanto as informações vão surgindo na tela. Não há cliques.

Porém nada adianta ter um site com conteúdo qualificado, atraente, com página única, se ele não possui um bom ranqueamento no Google. Para solucionar esse problema, o marketing digital se utiliza dos anúncios e do SEO.

Marketing de conteúdo

Inbound marketing é uma forma de publicidade na qual as empresas fazem as pessoas encontrarem voluntariamente as empresas por meio de mecanismos de pesquisa, redes sociais, sites de referência e vários outros canais. É a forma mais eficaz de repassar conhecimentos, de orientar, de apresentar ao seu público-alvo ideias atrativas para atrair potenciais clientes, conquistar confiança e fazer conversões.

No inbound marketing, existe uma interação aberta e contínua entre a marca e o cliente. Além disso, as mensagens são enviadas continuamente para as pessoas no momento mais conveniente.

Quando o médico conhece seu público-alvo e seu nicho de mercado, ele é capaz de gerar conteúdo útil, relevante e qualificado. Por exemplo, um otorrino pode escrever sobre as principais causas das dores e inflamações no ouvido. Um usuário com esse problema vai buscar informações no Google, encontrar o site e marcar uma consulta.

Na área da saúde, o marketing de conteúdo é a forma mais efetiva de divulgar conhecimento e se tornar uma autoridade no mundo digital. Os principais tipos de conteúdo são: artigos em blog, email marketing, ebooks, posts em redes sociais, imagens, infográficos, podcasts e webinars.

SEO

Já mencionamos da importância do SEO para médicos (Search Engine Optimization), mas vale a pena ressaltar a importância e a diferença que ele proporciona ao marketing médico.

Um bom marketing digital sempre utiliza essa ferramenta ao seu favor, não importa o setor. Ele atrai visitantes ao seu site, mas é preciso trabalhar com algumas técnicas como:

Uso de palavras-chave: O marketing médico deve utilizar palavras de nicho em seus conteúdos para tornar a pesquisa do usuário mais rápida e fácil de ser encontrada.

Este é o ponto principal da otimização para os mecanismos de busca, em especial, o Google. Os usuários da Internet pesquisam por termos e palavras para encontrar o que desejam. É de fundamental importância, pesquisar os termos atrelados ao nicho e a especialidade do médico, verificar a concorrência e a relevância deles para inserir nos conteúdos a serem publicados.

Em outras palavras, o conteúdo deve ser otimizado e relevante para que o Google o coloque na primeira página.

URLs: Nomeie as URLs do site seguindo uma lógica.

É fundamental nomear as URLs do site seguindo uma lógica de navegação para que a indexação não seja prejudicada e os robôs dos buscadores leiam o seu site.

Por exemplo: Evite utilizar URL como https://www.dominio/index.php?/oftalmo/cat=2258/prod=5984.

Procure usar URL como essa: https://www.dominio.com/oftalmologista/catarata

Email marketing

Essa é uma estratégia antiga que pode trazer ótimos resultados no marketing para médicos. Em seu email, você pode enviar mensagens relevantes e de interesse do cliente.

Por exemplo, você pode fornecer informações sobre prevenção de doenças e logo depois promoções de seu livro ou outro material que deseje vender. Ao desenvolver um método por email, é muito importante construir relacionamentos mais próximos com as pessoas.

Por isso, é necessário mostrar presença, carinho e atenção para esclarecer as dúvidas que possam surgir. Além de ser uma ótima forma de divulgar a clínica, também pode ajudar no acesso às informações.

Anuncie no Google

Você pode pagar para posicionar seu site nas posições da primeira página da pesquisa para palavras chaves que você escolher.

Essa técnica é a mais rápida para conquistar pacientes, pois eles já estão procurando pelo tipo de serviço que você oferece.

Além disso, um bom posicionamento no Google na busca orgânica fará toda a diferença, utilize as palavras-chaves ao seu favor.

Pesquisas apontam que os usuários da internet pesquisam até segunda página do Google. Se o site não está inserido nessas páginas, ele não será visto pelo público-alvo.

O Google Ads é um sistema de publicidade que ajuda o site a melhorar o seu tráfego. No Google, os 4 primeiros resultados são anúncios de empresas que pagaram para serem exibidas em primeiro lugar, acima de todos os concorrentes.

Você pode estar imaginando que é um desperdício de dinheiro investir em anúncio para ajudar o seu site, mas veja por exemplo o que pode acontecer: Você é oftalmologista. Num valor ilustrativo, está pagando 0,50 centavos por clique para ficar bem ranqueado. A cada 10 cliques, você conquistou um novo paciente, o seu investimento será muito rentável, pois a cada R$ 5,00, você consegue conquistar um novo cliente.

Todos os dias há pessoas que vão procurar por alguma palavra chave ligada à sua especialidade. No entanto, você somente irá pagar ao Google se o usuário clicar no seu anúncio, o que diminui os riscos do investimento.

Aproveite também para criar um perfil no Google meu Negócio. A maioria dos resultados de pesquisa são obtidos por localização, por isso a captação de pacientes vai ser maior se você tiver um perfil por lá já que eles podem estar próximos do seu consultório, clínica ou hospital.

Utilize as redes sociais

A maioria dos usuários da internet passam muito tempo nas redes sociais, principalmente no Instagram, Facebook, LinkedIn e Twitter. Ficar ausente nas mídias sociais, não é uma opção para os médicos que desejam investir no marketing digital.

É preciso planejar e executar uma estratégia voltada para redes sociais para que o médico veja e interaja com seu público-alvo.

Antes de criar seu perfil nas mídias, veja as normas do CFM sobre publicidade. Escolha as redes sociais mais indicadas para sua especialidade. Não é necessário estar em todas as mídias. Elas são aliadas na comunicação com seu público e servem para fortalecer a fidelidade, credibilidade e reconhecimento junto ao seu público alvo.

Para você entender a magnitude do marketing digital nas plataformas de redes sociais, o Facebook divulgou as seguintes informações, em Fevereiro de 2019:

São mais de 2,7 bilhões de usuários ativos no mundo, isso quer dizer que mais de 30% da população mundial está utilizando o Facebook.

Ao lado do Google, as duas plataformas somam mais de 70% do mercado de publicidade digital. O Facebook também é dono do Instagram. Atualmente são mais de 1 bilhão de usuários ativos e a expectativa é que a quantidade de usuários do Instagram passe o Facebook em 2022. São números exorbitantes.

Compartilhar esses conteúdos gratuitamente nas redes sociais gerará valor a sua marca e dará mais credibilidade ao seu consultório ou clínica odontológica. Separamos alguns dos pontos que sua página nas redes sociais deve ter para se destacar:

Qualidade do conteúdo

O conteúdo escrito e as imagens devem ter ótima qualidade e simplicidade nas informações, além de uma agradável identidade visual.

Regularidade nas postagens

Ter uma rotina de publicação gera mais proximidade com as pessoas que seguem seus canais nas redes sociais.

Diversificação de conteúdos

Ter, por exemplo, toda segunda-feira, um conteúdo para dicas aos pacientes, na quarta-feira tirar uma selfie com um determinado paciente e falar sobre o que ele está fazendo (com autorização do paciente), na sexta-feira compartilhar um vídeo com dicas. Esse tipo de comunicação gera mais engajamento e proximidade do receptor (paciente) com o emissor (clínica).

Central de atendimentos

Disponibilizar as redes sociais para o paciente tirar dúvidas, ou até mesmo marcar uma consulta, certamente destaca o seu consultório ou clínica médica dos demais concorrentes.

Existem restrições para o marketing médico?

Sabemos que a divulgação offline já não é mais eficiente e suficiente. Por isso, é fundamental que um médico tenha conhecimentos de marketing digital. Ele fará a diferença, atrairá novos clientes e fidelizará os antigos. Portanto, invista seu tempo estudando sobre as possíveis estratégias online para a área.

Para finalizar é preciso entender as recomendações do Conselho Federal de Medicina. É extremamente importante seguir as regras da publicidade médica para o marketing digital. Faça com quem já conhece e aplica as regras para mídias digitais para médicos para não sofrer com danos futuramente.

O Conselho Federal de Medicina criou regras de publicidade médica que devem ser respeitadas por todos os profissionais da área na divulgação de seus serviços ou de suas clínicas.

O tema desperta tanta preocupação que o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou a Resolução 1.974/11, que apresenta o Manual de Publicidade Médica. Todos os médicos, independentemente da especialidade, estão sujeitos às normas estabelecidas pelo Manual. O CFM buscou orientar a produção de material de divulgação dos profissionais, estabelecer alguns limites, além de coibir eventuais abusos.

Em primeiro lugar, é proibido promover indiretamente ou diretamente especialidades que os médicos não possuem. Afinal, além de antiética, essa prática coloca em risco a vida do paciente.

marketing para medicos3
Restrições para Marketing para Médicos. Fonte: Freepik

Ou seja, antes de divulgar seus serviços para o mercado, observe que você só pode citar competências que possam ser comprovadas.

A outra proibição está relacionada à propaganda de aparelhagem. Portanto, mesmo que a clínica ou consultório possua equipamentos mais modernos, é proibido utilizá-los como vantagem para publicidade.

Exibir fotos de pacientes, sejam resultados de procedimento público, comparação “antes e depois”, ou publicação de fotos tradicionais, não é uma forma pública aprovada pelo Conselho Federal de Medicina.

Isso porque é injusto usar pacientes e suas doenças ou questões de saúde para promover profissionais da área.

No entanto, fotos que não identifiquem os pacientes ou que os pacientes autorizaram, podem ser assunto de sua estratégia de marketing. Para evitar erros ao utilizar este tipo de fotografia, a dica é: proceda com cautela.

Para evitar problemas legais e até a retirada do site do ar, os médicos precisam seguir as diretrizes do CFM (Conselho Federal de Medicina).

Confira as principais observações do CFM que devem ser evitados ao praticar marketing digital:

  1. Uso de fotos de pacientes em material promocional
    É proibida a utilização de fotografias, mesmo com autorização do paciente, para demonstração de resultados de tratamentos em folders, anúncios impressos, em TV ou na internet. É importante mencionar que as selfies também devem ser evitadas, apesar de serem cada vez mais populares. Em eventos ou apresentação de trabalhos científicos, o uso de fotos é admitido, desde que com autorização prévia do paciente.
  1. Divulgação do serviço nas Redes sociais
    As redes sociais são uma ótima maneira de compartilhar seus conhecimentos e divulgar seu trabalho para futuros pacientes. A partir de uma resolução de 2015, passou a ser permitida a divulgação de endereço e telefone do consultório nas páginas das redes sociais. Mas é preciso tomar alguns cuidados na redação dos posts para não assumirem um tom sensacionalista ou então darem a entender que os resultados dos tratamentos são garantidos. Nesses meios os pacientes podem tirar dúvidas, conhecer novos tratamentos e até realizar agendamentos online.
  1. Anúncio dos equipamentos da clínica
    O investimento realizado para a clínica podem ser muito altos, principalmente se pensarmos que os equipamentos estão sendo elaborados com uma tecnologia cada vez mais avançada. Após esse investimento, o profissional pode sentir uma vontade de realizar a divulgação dos equipamentos adquiridos. Segundo as orientações do CFM, as clínicas médicas têm autorização para anunciar equipamentos, entretanto, a peça publicitária não pode dar a entender que o aparelho representa garantia de sucesso do tratamento.
  1. Comunicação das especialidades
    O médico pode fazer propaganda de títulos de especialista e o registro no CRM local, mas é importante enfatizar que o anúncio deve fazer menção a, no máximo, duas especialidades. Além disso, o profissional tem o direito de listar as sociedades médicas das quais é membro.
  2. Publicação da titulação acadêmica
    Não há restrição para referências a títulos acadêmicos em cartões, itens de papelaria ou material promocional, desde que estejam relacionados à área de atuação do médico. Cabe lembrar que os títulos acadêmicos anunciados devem estar registrados no CRM. Não é permitido divulgar especialidades ou áreas de atuação que não sejam reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina ou pela Comissão Mista de Especialidades.
  1. Elaboração de catálogo para a clínica
    As informações se limitarão àquelas sobre as especialidades de cada profissional. É importante que alguns dados estejam no material, como o nome e o CRM do responsável técnico pela instituição.
  2. Utilização de material no consultório
    Todo material impresso do consultório deve conter o nome do médico, a especialidade ou área de atuação, CRM local e o Registro de Qualificação de Especialista (RQE). No caso de pessoa jurídica, deve apresentar o nome e o CRM do responsável técnico. Lembrando que, para ter uma estratégia de marketing médico bem sucedida, é importante seguir um padrão de identidade visual em todos os materiais impressos do consultório.
  1. Tipos de expressões proibidas
    No momento de realizar as divulgações, queremos mostrar o sucesso ou a qualidade dos nossos serviços, mas é preciso ter muito cuidado na elaboração da comunicação. Nenhuma peça de marketing médico pode trazer expressões como “o melhor”, “o mais eficiente”, “o único capacitado”, “resultado garantido” ou similares. Afinal, esses termos são sensacionalistas e podem caracterizar propaganda enganosa. Também é proibido oferecer garantia de resultados do tratamento ao paciente. Por mais que as chances de sucesso sejam grandes, cada organismo reage de uma forma, portanto, não é possível garantir sucesso.
  1. Participação em anúncios e propagandas
    O Manual proíbe terminantemente a participação de médicos em anúncios de produtos ou marcas comerciais, métodos ou técnicas não aceitas pela comunidade científica, além de divulgação de técnicas exclusivas. Essa restrição também se aplica a entidades sindicais e associações médicas.
  1. Participação em entrevistas
    A participação do médico em entrevistas a órgãos de imprensa tem a função de esclarecer a sociedade. E no momento da divulgação, ele deve ser apresentado com nome completo e sua especialidade. Dessa forma, o profissional está impedido de se autopromover, fornecer endereço ou telefone do consultório ou tentar captar pacientes. Também não se pode receber dinheiro para dar entrevistas ou ter lucros de qualquer espécie. Caso a matéria jornalística traga alguma incorreção ou o médico discorde de seu teor, ele deve encaminhar ofício retificador ao órgão de imprensa e ao CRM local.
  1. Recebimento de prêmios
    Segundo a Resolução 1.974/11 , o médico está impedido de receber prêmios no estilo “Médico do Ano”, “Destaque” ou “Melhor Médico”, pois são considerados publicidade irregular, afinal, esses tipos de concursos e denominações visam ao objetivo promocional ou de propaganda, individual ou coletivo. Homenagens estão restritas às prestadas por instituições acadêmicas, sociedades médicas ou órgãos públicos.
  1. Divulgação dos preços dos serviços
    São proibidos anúncios com divulgação de preços de procedimentos ou formas de pagamento e de parcelamento. Também não se pode conceder descontos como forma de diferencial ou de promoção dos serviços.
  1. Criação de blog
    O CFM considera o blog como uma ferramenta de disseminação de conhecimento científico. Essa iniciativa é encorajada, pois ajuda a disseminar informações relevantes e verídicas sobre a área médica. O médico deve manter as suas páginas atualizadas e com conteúdos interessantes.
  2. Telemedicina
    Aplicar técnicas de marketing na divulgação dos serviços da sua clínica é muito importante. Com uma boa estratégia de marketing e comunicação você consegue atrair novos pacientes e, claro, fidelizá-los ao consultório.

15. Agendamento de consultas online
Oferecer alguns horários da sua agenda para que os próprios pacientes realizem o agendamento por meio de um site ou uma plataforma é um grande diferencial. Além de ser uma estratégia muito simples de marketing médico e uma maneira de divulgar seu nome e especialidade, isso também é determinante na escolha de um profissional da saúde por parte dos pacientes.

Marketing para médicos como começar?

Antes de começar a aderir a ferramentas de marketing, visite o site do Conselho Federal de Medicina e busque as diretrizes de marketing para médicos.

Se você planeja contratar uma agência de marketing, certifique-se de que os profissionais que fazem este trabalho entendam as restrições do conselho e tenham experiência na prestação de serviços a profissionais de saúde.

Existem várias maneiras de atrair pacientes e envolvê-los por meio do marketing digital, mas é preciso saber como usá-lo com responsabilidade e ética. No início, três etapas são importantes para ter um bom marketing:

  • Entender as restrições legais, o que pode ou não fazer;
  • Definir planos e metas para trabalhar em cima delas;
  • Definir as estratégias de marketing que serão utilizadas.

Lembre-se, em qualquer estratégia de marketing, você deve seguir os indicadores, os resultados e desenhar novas estratégias quando necessário.

O marketing para médicos é fundamental para conseguir destaque no mercado e contar com um bom número de potenciais clientes na clínica. Há uma série de alternativas viáveis para fazer a divulgação do seu empreendimento de saúde.

Perguntas frequentes

Confira a seguir as perguntas mais frequentes sobre marketing para médicos e tire as dúvidas que ficaram sobre o tema.

É possível fazer marketing para médicos?

Sim, em todas as áreas é possível e preciso fazer marketing, só assim terá um público cada vez maior, o que gera mais resultados.

Onde divulgar meus serviços como médico?

O local mais acessado atualmente é na internet, seja em redes sociais ou em sites.

Criar um site realmente atrai pessoas até minha clínica?

Sim, caso o seu site seja organizado, atualizado e bem atrativo.

Espero que tenha ficado claro a importância do marketing para médicos e as suas particularidades.

Somos uma das maiores agências do Brasil especializada em marketing digital para médicos e criamos uma assistente virtual que é otimizada para atrair clientes online e os ajuda a fazerem sozinhos agendamentos e pagamentos de consultas e ainda envia lembretes por email e sms para que você possa focar exclusivamente na parte mais importante de seu trabalho sem interrupções para cuidar das marcações. Se quiser conversar mais sobre marketing para médicos e clínicas entre em contato com a telemedbrasil.

Receba gratuitamente nossos artigos

Após se cadastrar você poderá receber informações, notificações e eventualmente e-mails com nossos conteúdos e ofertas relevantes.

* Preenchimento Obrigatório
Whatsapp