Redes Sociais para Médicos Guia Completo

Banner Telemedbrasil Agende ReuniaŐÉo 970 x 250 px

Aqui est√° um guia de uso das redes sociais para m√©dicos pois redes sociais e a √°rea da sa√ļde s√£o uma combina√ß√£o muito poderosa.

Investir em marketing para m√©dicos nunca foi t√£o importante como agora e voc√™ precisa aprender a atrair clientes na internet para impactar parte dos 181 milh√Ķes de brasileiros que estavam conectados √† internet em 2020 segundo pesquisa realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estat√≠stica (IBGE).

Só essa informação já deixa bem claro a necessidade de você estar presente e atuante nesse meio, se dedicando ao marketing digital para médicos.

No entanto, √© preciso observar bem as regras de aplica√ß√£o do marketing m√©dico pois √© necess√°rio atender algumas restri√ß√Ķes impostas pelos conselhos de medicina.

Trabalhamos com especialistas de sa√ļde h√° anos observando os caminhos que seus pacientes percorrem at√© a chegarem em seus consult√≥rios e conseguimos desenvolver um sistema pr√≥prio de marketing para m√©dicos focado nesta jornada que queremos compartilhar com voc√™.

Facebook, LinkedIn, Youtube, Instagram e outras redes sociais são grandes vitrines do comportamento humano e fontes inesgotáveis de informação e tendências nos hábitos de consumo dos usuários.

Diante disto, das grandes marcas aos negócios locais e até informais, todos começaram a investir nas mídias sociais e estratégia de marketing como uma forma de relacionamento com um mercado potencial tão grande.

Esse é um processo inevitável para as empresas. Afinal, as redes sociais são cada vez mais uma realidade no dia a dia das pessoas.

Podemos dizer que elas s√£o como feiras em escala mundial, com bilh√Ķes de pessoas transitando 24 horas por dia, consumindo e compartilhando conte√ļdo social e, ao mesmo tempo, pesquisando todo tipo de produtos e servi√ßos.

Mas será que todas as redes sociais são importantes para a sua empresa? E como cada uma pode contribuir para o sucesso do seu negócio?

As redes sociais se tornaram uma importante ferramenta para os profissionais de sa√ļde e n√£o apenas para os mais jovens. Quase 90% dos adultos mais velhos j√° usaram as redes sociais para buscar e compartilhar informa√ß√Ķes sobre sa√ļde.

Atualmente, as redes sociais s√£o os canais mais eficientes de contato com os p√ļblicos consumidores e com os clientes cativos.

Enquanto o seu site e o blog desempenham um papel fundamental na identidade institucional e na forma√ß√£o de uma audi√™ncia cativa, nas m√≠dias sociais as empresas buscam captar leads qualificados e um p√ļblico numeroso com conte√ļdos r√°pidos.

Pode ser dif√≠cil saber como superar os desafios das redes sociais na √°rea da sa√ļde. Fornecedores, ag√™ncias de marketing e marcas precisam criar conte√ļdo social atraente e relevante. Esse conte√ļdo precisa ser informativo, oportuno e preciso. Ao mesmo tempo, voc√™ precisa seguir todas as regras e regulamentos relevantes do setor.

Trabalhamos com especialistas de sa√ļde h√° anos observando os caminhos que os clientes percorrem at√© a marca√ß√£o da primeira consulta e conseguimos desenvolver um sistema pr√≥prio de marketing m√©dico focado nesta jornada do cliente que queremos compartilhar com voc√™.

Por que ler este guia das redes sociais para médicos?

Nas redes, os seguidores são pessoas naturalmente interessadas nos produtos e serviços da empresa, mesmo que ainda não sejam clientes.

Talvez sejam apenas simpatizantes, mas podem influenciar outras pessoas. Isso ajuda a formar uma audiência altamente segmentada.

Dessa forma, os conte√ļdos produzidos chegar√£o √†s pessoas com uma chance maior de serem vistos e compartilhados.

Aumentar a conscientização

As redes sociais s√£o meios essenciais de aumentar a conscientiza√ß√£o do p√ļblico sobre quest√Ķes de sa√ļde.

√Äs vezes, aumentar a conscientiza√ß√£o √© t√£o simples como lembrar os seguidores sobre pr√°ticas de sa√ļde de senso comum ou abordar preocupa√ß√Ķes comuns de vida saud√°vel.

Mas quando as coisas est√£o mudando rapidamente, a m√≠dia social √© uma maneira essencial de garantir que o p√ļblico esteja ciente das √ļltimas quest√Ķes, diretrizes e recomenda√ß√Ķes.

Uma maneira de divulgar informa√ß√Ķes relevantes √© compartilhar informa√ß√Ķes diretamente em suas postagens sociais.

Outra boa op√ß√£o √© usar a m√≠dia social para direcionar seguidores a fontes confi√°veis de informa√ß√Ķes atuais. Isso pode significar apont√°-los para o seu site ou para contas sociais de sa√ļde p√ļblica.

Aumentar a conscientiza√ß√£o sobre fontes confi√°veis torna mais f√°cil para seus seguidores combater as alega√ß√Ķes inadequadas de informa√ß√Ķes erradas que v√™em nas postagens de suas pr√≥prias redes sociais.

Vamos falar sobre o grande problema quando se trata de m√≠dia social e comunica√ß√£o de sa√ļde: desinforma√ß√£o.

Combate à desinformação e fake news

As m√≠dias sociais, por sua pr√≥pria natureza, ajudam a espalhar informa√ß√Ķes rapidamente para diversos grupos de pessoas. Isso √© √≥timo quando as informa√ß√Ķes s√£o baseadas em fatos √ļteis e claros. Infelizmente, tamb√©m h√° muitas informa√ß√Ķes erradas sobre sa√ļde nas redes sociais.

√Äs vezes, a desinforma√ß√£o vem na forma de declara√ß√Ķes falsas. Voc√™ pode simplesmente citar pesquisas publicadas ou informa√ß√Ķes mais recentes de fontes de sa√ļde de credibilidade como o CDC ou a OMS.

Mas, √†s vezes, os criadores e disseminadores de informa√ß√Ķes erradas usam o nome de uma institui√ß√£o respeit√°vel para dar credibilidade √†s suas declara√ß√Ķes. Nesse caso, √© importante que a institui√ß√£o nomeada como refer√™ncia esclare√ßa que n√£o √© a fonte.

Mas tamb√©m h√° informa√ß√Ķes erradas na forma de ‚Äúfatos‚ÄĚ apresentados sem contexto ou no contexto incorreto. Mais uma vez, citar pesquisas e informa√ß√Ķes de fontes confi√°veis √© a melhor abordagem, por√©m, as pessoas est√£o fortemente inclinadas a acreditar em informa√ß√Ķes que ap√≥iam sua vis√£o de mundo existente.

Comunicação de crises

Agora, mais pessoas coletam suas not√≠cias atrav√©s das m√≠dias sociais, mais do que da imprensa tradicional. Isso torna as redes sociais locais fundamentais para compartilhar informa√ß√Ķes de √ļltima hora.

O v√≠deo ao vivo em plataformas sociais tamb√©m √© muito √ļtil. √Č uma maneira de quem n√£o tem acesso √† programa√ß√£o de TV local para acessar informa√ß√Ķes em tempo real.

Gerenciar e compartilhar informa√ß√Ķes de sa√ļde √© particularmente desafiador em tempos de crise. Uma prepara√ß√£o antecipada √© a chave para uma resposta eficaz a crises.

Aqui estão alguns dos pontos principais para ajudar na preparação:

  1. Identifique as principais partes interessadas, um contato principal e um porta-voz
  2. Saiba o que fazer nos primeiros cinco minutos de uma crise
  3. Crie confiança com sua audiência

Responder perguntas mais comuns

As autoridades de sa√ļde e outras organiza√ß√Ķes que trabalham na √°rea s√£o uma fonte valiosa de informa√ß√Ķes sobre os tipos de problemas de sa√ļde.

As ferramentas sociais oferecem maneiras criativas para os profissionais de sa√ļde abordarem quest√Ķes comuns. Por exemplo, √© possivel desenvolver facilmente um chatbot do Facebook Messenger. Ele pode responder perguntas, direcionar os cidad√£os para os recursos certos e combater a desinforma√ß√£o.

Monitoramento de sa√ļde p√ļblica

As pessoas postam sobre tudo online, incluindo informa√ß√Ķes sobre sua sa√ļde. Hashtags como #febre podem revelar quando doen√ßas est√£o surgindo em novos locais. As organiza√ß√Ķes de sa√ļde p√ļblica podem at√© ter uma no√ß√£o da gravidade dos sintomas.

As mídias sociais oferecem vantagens sobre as fontes de dados tradicionais, incluindo disponibilidade de dados em tempo real, facilidade de acesso e custo reduzido e nos permitem fazer e responder perguntas que nunca imaginamos possíveis.

Maior engajamento dos cidad√£os

√Č dif√≠cil falar sobre alguns problemas de sa√ļde, mesmo com m√©dicos. Isso √© especialmente verdade para assuntos vistos como privados ou embara√ßosos. Isso pode atrapalhar o tratamento eficaz.

Por exemplo, de acordo com a Associa√ß√£o Americana de Sa√ļde Sexual (ASHA), apenas 12% dos jovens disseram ter sido testados para doen√ßas sexualmente transmiss√≠veis no √ļltimo ano. Por√©m, mais da metade das doen√ßas sexualmente transmiss√≠veis afeta aquelas entre 15 e 24 anos.

A ASHA queria incentivar essa faixa et√°ria a ver o teste de DST como parte normal do cuidado de sua pr√≥pria sa√ļde. Ent√£o, eles criaram uma campanha de marketing de m√≠dia social em sa√ļde. O componente principal foi um v√≠deo social. Nele, um comediante conversou com estudantes universit√°rios sobre sa√ļde sexual.

O v√≠deo obteve mais de 3,6 milh√Ķes de visualiza√ß√Ķes em 10 semanas. Mais importante, levou um grande n√ļmero de visitantes ao localizador de cl√≠nicas da campanha.

Em outro exemplo, a Johnson & Johnson trabalhou em uma campanha para reunir histórias da comunidade para a campanha #MakeHIVHistory. Os vídeos de crowdsourcing fizeram as pessoas conversarem e ajudaram a criar um poderoso post no Instagram, lançado no Dia Mundial da Aids.

Suporte à pacientes

Quase 40% dos jovens (de 14 a 22 anos) usaram ferramentas online para se conectar com outras pessoas com desafios semelhantes √† sa√ļde. Isso inclui grupos de m√≠dia social.

Essa conex√£o pode trazer benef√≠cios reais para os pacientes. Pesquisadores publicados na revista Surgery criaram um grupo no Facebook para 350 pacientes transplantados, cuidadores e profissionais de sa√ļde. Um total de 95% dos entrevistados disse que ingressar no grupo foi positivo para seus cuidados.

Os grupos do Facebook tamb√©m s√£o um √≥timo uso das m√≠dias sociais para intera√ß√£o entre profissionais de sa√ļde e pacientes. O Centro de Epilepsia do Hospital Mount Sinai criou um grupo privado no Facebook, apenas para convidados, para pacientes e cuidadores. Os dois m√©dicos que s√£o co-diretores do centro atuaram como moderadores e participaram de discuss√Ķes em grupo.

As intera√ß√Ķes de grupos sociais tamb√©m podem incluir apoio e educa√ß√£o do paciente. Um estudo est√° avaliando se um grupo do Facebook para pacientes com doen√ßa card√≠aca coron√°ria pode aumentar a participa√ß√£o na reabilita√ß√£o card√≠aca.

Obviamente, existem preocupa√ß√Ķes com a privacidade ao discutir sa√ļde online. Esse √© um √≥timo uso dos grupos secretos do Facebook, que n√£o aparecem nos resultados da pesquisa. Os usu√°rios precisam ser convidados para participar.

Recrutamento para pesquisas

As redes sociais oferecem uma oportunidade de conexão com possíveis participantes de estudos e pesquisas.

Assim como as marcas, pesquisadores e organiza√ß√Ķes de sa√ļde precisam entender a demografia das m√≠dias sociais. Isso permite que voc√™ se conecte com o p√ļblico certo. Tamb√©m √© importante saber como segmentar an√ļncios.

Dicas de redes sociais para médicos

Eduque e compartilhe conte√ļdos de valor

Como dissemos acima, muitas pessoas recorrem √†s m√≠dias sociais para obter informa√ß√Ķes em tempos de crise. Mas, para se envolver com o p√ļblico a longo prazo, voc√™ precisa fornecer regularmente um conte√ļdo valioso que educa e informa.

Por exemplo, √© poss√≠vel criar s√©ries de v√≠deos sociais para cobrir t√≥picos populares de sa√ļde e bem-estar. Os v√≠deos podem ser curtos, informativos e envolventes.

A informa√ß√£o precisa ter credibilidade. Mas voc√™ pode ser criativo e divertido se isso fizer sentido para a sua marca. Voc√™ pode fazer divertidos v√≠deos sociais para combater alega√ß√Ķes de sa√ļde falsas e irrespons√°veis.

Verifique se o tom que você usa é apropriado para a personalidade de sua marca.

Ouça conversas relevantes

A escuta social permite acompanhar conversas de mídia social relevantes para o seu campo.

Essas conversas podem ajudá-lo a entender como as pessoas se sentem sobre você, sua organização e seus produtos e serviços. Você pode até identificar novas idéias que ajudam a guiar sua estratégia de comunicação social.

A escuta social tamb√©m √© um bom uso das redes sociais na √°rea da sa√ļde para entender como o p√ļblico est√° respondendo a problemas de sa√ļde emergentes.

Aqui est√£o alguns termos importantes a serem ouvidos nas redes sociais:

  1. O nome e a organização da sua organização
  2. O nome do seu produto
  3. Os nomes de marcas, nomes de produtos e identificadores de seus concorrentes
  4. Palavras-chave da ind√ļstria
  5. Seu slogan e os de seus concorrentes
  6. Nomes das pessoas-chave da sua empresa (CEO, diretores, etc.)
  7. Nomes das pessoas-chave nas empresas concorrentes
  8. Nomes ou palavras-chave das campanhas promocionais
  9. Suas hashtags e as de seus concorrentes

Existem plataformas de gerenciamento de m√≠dia social que permitem monitorar todas as palavras-chave e frases relevantes nas redes sociais a partir de uma √ļnica plataforma.

Atenção às regras de compliance

Um dos grandes desafios das redes sociais na √°rea de sa√ļde s√£o as regras e regulamentos. Voc√™ tamb√©m precisa seguir as regras sobre publicidade.

Voc√™ n√£o quer advogados escrevendo suas postagens nas redes sociais. Mas voc√™ pode querer que advogados (ou sua ag√™ncia de marketing especialista) analisem as postagens antes que elas sejam publicadas. Isso √© especialmente verdadeiro para an√ļncios ou postagens importantes que s√£o particularmente sens√≠veis.

Sua empresa precisa de uma estrat√©gia de rede social e de um guia de estilo. Voc√™ tamb√©m deve ter diretrizes para o uso de m√≠dias sociais para profissionais de sa√ļde e uma pol√≠tica de m√≠dia social para funcion√°rios da √°rea de sa√ļde.

Isso ajuda a colocar todos na mesma p√°gina e garante que sua estrat√©gia esteja alinhada com as regras e regulamentos relevantes. Inclua diretrizes claras e compat√≠veis para lidar com informa√ß√Ķes do paciente em postagens sociais.

N√£o se esque√ßa de ficar de olho nos coment√°rios que os usu√°rios tamb√©m deixam em suas postagens e perfis de rede social. Isso tamb√©m pode criar preocupa√ß√Ķes de conformidade.

√Č sempre uma boa pr√°tica responder e se envolver com coment√°rios. Afinal, ningu√©m gosta de falar no vazio. √Č mais prov√°vel que seus seguidores se envolvam com seu conte√ļdo se receberem uma resposta de algu√©m da sua equipe.

Quando a conformidade est√° envolvida, voc√™ pode precisar executar etapas extras. Por exemplo, voc√™ deve remover coment√°rios que levantem quest√Ķes de privacidade. Tamb√©m esteja atento a reivindica√ß√Ķes inadequadas.

Se mantenha seguro

√Č importante implementar diretrizes de seguran√ßa para seus canais de m√≠dia social. Voc√™ precisa revogar o acesso de qualquer pessoa que saia da sua empresa.

Algumas ferramentas podem ajudar a proteger ainda mais seus canais de marketing de m√≠dia social da √°rea de sa√ļde.

A verdade simples √© que os pacientes e o p√ļblico usam as m√≠dias sociais para encontrar recursos de sa√ļde. Eles o usam para procurar informa√ß√Ķes, encontrar suporte e tomar decis√Ķes de assist√™ncia m√©dica.

Combinar m√≠dia social e assist√™ncia m√©dica pode ser um desafio. Mas o uso das redes sociais na √°rea de sa√ļde tamb√©m apresenta novas oportunidades incr√≠veis.

As redes sociais s√£o √≥timas plataformas para compartilhar informa√ß√Ķes importantes sobre sa√ļde e tamb√©m um local importante para reunir pesquisas e insights em tempo real. Mais importante, a m√≠dia social √© uma maneira de apoiar pacientes e o p√ļblico de maneira f√°cil e oportuna.

Cinco perguntas que todo médico deve responder antes de entrar nas redes sociais

  1. O que queremos falar?
    Por exemplo: anunciar tratamentos, falar de pesquisas ou oferecer informa√ß√Ķes m√©dicas.
  2. Para que queremos falar?
    Por exemplo: para contratar outros médicos, para divulgar a clínica ou para contribuir com a comunidade.
  3. Com quem queremos falar?
    Por exemplo: clientes atuais, prospects, estudantes de medicina ou membros da própria equipe.
  4. Como queremos falar?
    Por exemplo: com v√≠deos no YouTube, posts no Facebook ou iniciando discuss√Ķes em grupos pertinentes do LinkedIn.
  5. Como vamos saber se est√° dando certo?
    Por exemplo: medindo o alcance de posts em redes sociais, perguntando aos novos clientes como eles conheceram o seu consultório ou avaliando a audiência do nosso site.

Facebook: A ‚ÄúGlobo‚ÄĚ das redes sociais

√Č a maior rede social do mundo, √© tamb√©m a mais pol√™mica e a que exige mais cuidado e planejamento por parte dos m√©dicos e cl√≠nicas. Aqui √© relativamente f√°cil conseguir f√£s e cliques, mas tal facilidade vem acompanhada de um pre√ßo: a perda de foco. Nos n√≠veis exigidos por m√©dicos, √© muito dif√≠cil segmentar a audi√™ncia e falar com as pessoas certas.

O Facebook pode ser √ļtil para falar com p√ļblicos mais amplos, j√° que permite alcan√ßar um grande n√ļmero de pessoas com relativa facilidade. Divulgar o seu programa de est√°gio para milhares de estudantes de medicina, por exemplo, √© uma a√ß√£o que poder√° gerar resultados no Facebook.

O Facebook √© √ļtil para falar com p√ļblicos amplos j√° que permite alcan√ßar um grande n√ļmero de pessoas com relativa facilidade.

Vantagens e desvantagens do Facebook para consultórios médicos e clínicas

POR QUE UM M√ČDICO DEVE USAR O FACEBOOK

  • √Č a rede social com maior n√ļmero de usu√°rios no Brasil, cerca de 130 milh√Ķes.
  • √Č relativamente f√°cil construir uma audi√™ncia e faz√™-la crescer.
  • √Č muito √ļtil para falar com p√ļblicos amplos como estudantes de medicina.
  • Pode ser usado como um gerador de tr√°fego para o seu site.

QUANDO UM M√ČDICO DEVE FICAR DE FORA DO FACEBOOK

  • N√£o tenho estrutura ou disponibilidade para responder coment√°rios e mensagens.
  • Estou preocupado com a possibilidade de minha imagem ser afetada negativamente por estar no Facebook.
  • Expor-se no Facebook abre caminho para receber cr√≠ticas e cobran√ßas.
  • N√£o tenho clareza em rela√ß√£o ao p√ļblico que quero atingir no Facebook, nem se ele est√° l√°.

DICAS PARA M√ČDICOS NO FACEBOOK

O Facebook tem dois principais formatos para divulgar informa√ß√£o: perfis pessoais e fanpages, que s√£o p√°ginas pensadas para empresas, marcas, produtos e personalidades. Mesmo que o seu objetivo seja criar uma p√°gina para uma pessoa (o principal s√≥cio de uma cl√≠nica, por exemplo), √© recomendado o uso de uma fanpage, que conta com mais recursos e n√£o possui limite de f√£s. Preocupa√ß√Ķes que voc√™ precisa ter para garantir uma presen√ßa adequada e focada no Facebook:

  1. Use o ‚ÄúGerenciador de neg√≥cios‚ÄĚ do Facebook
    O Facebook possui uma plataforma espec√≠fica para gerenciamento de p√°ginas e outros ativos, como contas de an√ļncio, chamada ‚ÄúGerenciador de neg√≥cios‚ÄĚ. Esse servi√ßo permite gerenciar v√°rias p√°ginas e d√° acesso a suporte e m√©tricas.
  2. Organize um calend√°rio e programe suas postagens
    A maneira mais simples de garantir que a sua p√°gina ter√° uma frequ√™ncia adequada de postagens √© se planejar e elaborar com anteced√™ncia o conte√ļdo que pretende divulgar.
  3. Incentive os médicos a participarem
    Com 130 milh√Ķes de pessoas online, provavelmente, membros de sua equipe possuem perfis no Facebook. O p√ļblico interno de m√©dicos e outros membros da equipe √© fundamental para alavancar a sua presen√ßa em redes sociais, principalmente no in√≠cio.
  4. Faça testes e encontre a frequência ideal de postagem
    Para definir a sua frequência de atualização no Facebook, é importante verificar o que está dando mais resultados e adequar a sua estratégia com o tempo.
  5. Transmita a sua mensagem de forma objetiva
    O Facebook n√£o √© lugar para escrever conte√ļdos longos. Pouca gente tem paci√™ncia e interesse por postagens muito longas. Algumas pesquisas sugerem que os posts de cinco a sete linhas sejam os mais eficientes.
  6. Torne a sua fanpage uma fonte completa de informa√ß√Ķes sobre seu consult√≥rio
    √Č importante que sua p√°gina no Facebook conte com todos os dados essenciais sobre seu consult√≥rio m√©dico como email e telefone de contato, links para o seu site e outras redes sociais.
  7. Use recursos visuais
    Posts sem imagens diminuem bastante a chance de o seu conte√ļdo ser notado. O tipo de post que mais gera engajamento no Facebook s√£o v√≠deos. Se voc√™ n√£o tem a inten√ß√£o de investir em conte√ļdo em v√≠deo, fa√ßa uso de fotografias, imagens, infogr√°ficos e outros recursos para acompanhar os seus textos.

ATEN√á√ÉO √Ä REPUTA√á√ÉO DO SEU CONSULT√ďRIO M√ČDICO NO FACEBOOK

Mesmo que você decida que o Facebook não é a rede ideal para o seu consultório, é importante pesquisar e descobrir se existe algum perfil ou página que faça referência à seu consultório, pois qualquer pessoa pode criar uma página no Facebook.

Twitter: A rede da interação

O Twitter n√£o divulga dados oficiais sobre a sua audi√™ncia no Brasil, mas estima-se que ela tenha entre 25 e 30 milh√Ķes de usu√°rios. Apesar de menor, o Twitter costuma ser frequentado por pessoas mais influentes, como jornalistas e blogueiros.

√Č uma ferramenta poderosa para falar de eventos em tempo real e privilegia o contato direto com a audi√™ncia. Outra caracter√≠stica positiva do Twitter √© a possibilidade de atuar tamb√©m como um curador de conte√ļdo no perfil do seu consult√≥rio m√©dico.

Por outro lado, para estabelecer uma estrat√©gia de sucesso no Twitter, √© necess√°rio mais aten√ß√£o e jogo de cintura, j√° que o ideal √© estar atento a coment√°rios e men√ß√Ķes para dar respostas r√°pidas.

Vantagens e desvantagens do Twitter para consultórios médicos

RAZ√ēES PARA UM M√ČDICO USAR O TWITTER

  • P√ļblico mais qualificado e influente do que no Facebook.
  • Promove mais intera√ß√£o e possibilidade de construir relacionamentos com o p√ļblico.
  • Usu√°rios mais engajados e interessados.
  • √ötil para falar com p√ļblicos em outros pa√≠ses, principalmente EUA, onde est√° a maior audi√™ncia do Twitter.
  • Pode ser usado como um gerador de tr√°fego para o seu site.

POR QUE UM M√ČDICO N√ÉO DEVE USAR O TWITTER?

  • N√£o tenho estrutura ou disponibilidade para responder mensagens e interagir.
  • N√£o tenho conte√ļdo para realizar m√ļltiplas postagens por dia.
  • Quem administra o perfil precisa de agilidade para responder r√°pido em nome do consult√≥rio m√©dico.
  • N√£o tenho clareza em rela√ß√£o ao p√ļblico que quero atingir no Twitter nem se ele est√° l√°.

DICAS PARA M√ČDICOS NO TWITTER

Mais do que o Facebook, que permite a cria√ß√£o de uma p√°gina que pode atuar quase como um website para o seu consult√≥rio m√©dico, o Twitter √© uma rede social de intera√ß√£o direta com a sua audi√™ncia. Raramente algu√©m vai entrar na sua p√°gina de perfil para verificar as suas informa√ß√Ķes, por isso a maneira como voc√™ interage √© muito importante para o sucesso da sua estrat√©gia. Conte√ļdo de boa qualidade continua sendo a base para qualquer estrat√©gia de comunica√ß√£o, mas, no Twitter, existem outras preocupa√ß√Ķes. Principais pontos a serem considerados para usar o Twitter a seu favor.

  1. Siga quem te segue e preste atenção
    Uma das melhores maneiras de saber o que interessa para a sua rede é segui-la e monitorar a conversa. Assim fica mais fácil entender quais são os assuntos que podem gerar engajamento. Também é recomendável seguir os seus concorrentes.
  2. Pense em servir o seu p√ļblico primeiro e seja um curador
    O pr√≥prio Twitter orienta que 80% dos seus tu√≠tes busquem promover intera√ß√Ķes com seus seguidores (favoritos, retu√≠tes e men√ß√Ķes), por meio de conte√ļdo que os engaje, e 20% sejam a√ß√Ķes mais diretas que pe√ßam para eles clicarem em um link ou irem at√© o seu site, por exemplo.
  3. Recursos visuais s√£o importantes, mas n√£o s√£o tudo
    Assim como na maioria das redes sociais, as imagens e conte√ļdos em v√≠deo geralmente geram maior engajamento do p√ļblico no Twitter. No entanto, pelo fato de a rede prezar por mensagens curtas (at√© 280 caracteres) e estimular conversas, nem sempre um recurso visual pode ser a melhor solu√ß√£o. Uma das dicas do pr√≥prio Twitter √©: ‚Äún√£o tenha medo de fazer postagens apenas com texto‚ÄĚ.
  4. Participe da conversa
    Al√©m de divulgar informa√ß√Ķes, √© importante fazer parte da conversa que j√° est√° acontecendo na rede. Consulte os trending topics (rankings dos principais assuntos em discuss√£o no Twitter) para verificar se existe alguma discuss√£o popular da qual voc√™ pode participar.
  5. Divulgue seu conte√ļdo mais de uma vez
    Se voc√™ postar algo importante pela manh√£, apenas uma parcela dos seus seguidores ser√° atingida. Fale de eventos importantes, conte√ļdos relevantes e outras informa√ß√Ķes de destaque v√°rias vezes para ampliar o seu alcance.

Instagram: A rede mais engajada

Enquanto redes sociais como o Facebook registraram queda progressiva no seu alcance nos √ļltimos anos e, consequentemente, redu√ß√£o expressiva na intera√ß√£o dos usu√°rios com o conte√ļdo publicado, o Instagram permanece como l√≠der absoluto no quesito de engajamento entre as principais plataformas. A rede de divulga√ß√£o de imagens conta com um p√ļblico mais jovem e, em 2018, chegou a 1 bilh√£o de usu√°rios em todo o mundo (cerca de 44% da audi√™ncia do Facebook).

Dito isso, m√©dicos e consult√≥rios precisam avaliar com aten√ß√£o as vantagens e desvantagens da rede antes de criar um perfil oficial no Instagram. Enquanto em plataformas como Facebook e Twitter √© poss√≠vel divulgar conte√ļdos de diversos formatos com relativo sucesso, para obter √™xito no Instagram, √© preciso um pouco mais de planejamento para definir com anteced√™ncia que tipo de imagens e v√≠deos ser√£o publicados.

Temos um artigo completo em nosso blog sobre o uso do Instagram para m√©dicos que pode te ajudar no seu processo de elabora√ß√£o de conte√ļdo nesta rede t√£o importante.

Vantagens e desvantagens do Instagram para médicos e consultórios

RAZ√ēES PARA UM M√ČDICO USAR O INSTAGRAM

  • √Č a rede com o maior engajamento entre as principais redes sociais.
  • Conta com um p√ļblico mais jovem que o Facebook.
  • Pode ajudar a projetar uma imagem de modernidade.
  • Pode ser muito √ļtil para destacar a cultura interna e os valores do seu escrit√≥rio.
  • Pode ser muito mais √ļtil do que outras redes para engajar sua equipe.

QUANDO UM M√ČDICO N√ÉO DEVE USAR O INSTAGRAM?

  • N√£o tenho como produzir imagens de qualidade para publicar.
  • N√£o quero expor meus s√≥cios e equipe, sua rotina ou ambiente de trabalho.
  • Estou preocupado com o fato de minha imagem poder ser afetada negativamente por estar no Instagram.
  • N√£o tenho clareza em rela√ß√£o ao p√ļblico que quero atingir no Instagram.

DICAS PARA M√ČDICOS NO INSTAGRAM

O Instagram é uma rede de compartilhamento de imagens e conta com altos índices de engajamento na comparação com o Facebook e Twitter. Também é uma rede menos saturada e uma boa opção para atingir uma audiência mais jovem. Principais pontos com os quais você precisa se preocupar para garantir uma presença adequada e focada no Instagram.

  1. Use um perfil comercial
    Em 2016, o Instagram lançou perfis para empresas na sua plataforma que apresentam duas principais vantagens: acesso a dados sobre o desempenho do seu perfil e posts e a opção de adicionar um botão de contato ao perfil.
  2. Conte histórias
    Uma estratégia já tradicional utilizada por empresas no Instagram é contar uma pequena história ao invés de simplesmente legendar a foto.
  3. Estabeleça um padrão de qualidade elevado
    Sem imagens interessantes e produzidas com um mínimo padrão técnico, nenhum perfil do Instagram vai para a frente. Enquanto, em perfis pessoais, eventuais fotos escuras ou desfocadas podem não ser uma preocupação, no canal oficial do seu consultório, podem causar uma má impressão.
  4. Poste fotos com filtro
    O Instagram conta com dezenas de filtros que podem ser aplicados às suas imagens.
  5. Use hashtags
    O uso de hashtags (express√Ķes identificadas pelo #) √© uma maneira eficaz para ajudar quem est√° no Instagram a encontrar suas fotos. √Č poss√≠vel inserir at√© 30 em um post, mas o recomendado √© atuar com modera√ß√£o.
  6. Use a sua ‚Äúbio‚ÄĚ para incluir links
    Links postados nas legendas de fotos do Instagram n√£o s√£o clic√°veis. Para contornar essa quest√£o, muitos perfis colam os links mais recentes na sua bio (que √© a descri√ß√£o localizada na p√°gina principal do seu perfil, onde os links s√£o clic√°veis) e sugerem que o leitor siga at√© l√° para acessar o conte√ļdo completo ou continuar lendo.

Linkedin: A rede que todo médico tem que estar

Com mais de 35 milh√Ķes de usu√°rios no Brasil, o LinkedIn √© uma rede voltada para profissionais que querem compartilhar conte√ļdos relacionados √† sua √°rea de atua√ß√£o, buscar recoloca√ß√£o e se relacionar com outras pessoas e empresas de √°reas correlatas. A audi√™ncia da rede √© altamente qualificada e √© poss√≠vel identificar imediatamente os cargos e empresas de quem est√° interagindo com seus conte√ļdos. Por essas raz√Ķes, √© altamente recomendado que m√©dicos mantenham um perfil atualizado e completo na rede.

O LinkedIn permite a cria√ß√£o de perfis para profissionais e p√°ginas para empresas, que podem publicar conte√ļdos e vincular os seus s√≥cios e colaboradores. A rede composta pela p√°gina do seu consult√≥rio e pelos m√©dicos √© uma ferramenta poderosa para distribuir conte√ļdos e engajar pessoas interessadas na sua √°rea de atua√ß√£o.

Vantagens e desvantagens do Linkedin para consultórios médicos

RAZ√ēES PARA UM M√ČDICO USAR O LINKEDIN

  • Rede profissional onde o prop√≥sito √© falar sobre neg√≥cios.
  • Facilidade de segmentar p√ļblicos por atua√ß√£o profissional e cargos.
  • Grupos de discuss√£o focados e bastante √ļteis para divulgar conte√ļdos profissionais.
  • Pode ser usado como um gerador de tr√°fego para o seu site.

POR QUE UM M√ČDICO N√ÉO DEVE USAR O LINKEDIN?

  • Nem todos os contatos que voc√™ fizer no LinkedIn ser√£o proveitosos. Muitas outras pessoas e empresas tamb√©m usam a rede para fazer marketing e vender produtos e servi√ßos.

DICAS PARA M√ČDICOS NO LINKEDIN

Ao contr√°rio das outras redes sociais analisadas neste guia, que permitem a cria√ß√£o de perfis ‚Äúpessoais‚ÄĚ, o LinkedIn conta apenas com perfis profissionais. Por isso √© esperado que consult√≥rios tenham um interesse nos perfis de seus m√©dicos outros colaboradores. √Č bastante comum que os perfis de s√≥cios e principais executivos sejam administrados como parte da estrat√©gia de marketing m√©dico do consult√≥rio. Principais orienta√ß√Ķes para construir uma presen√ßa eficiente no LinkedIn:

  1. Complete a sua p√°gina
    Pode parecer √≥bvio, mas muitos consult√≥rios n√£o preenchem todas as informa√ß√Ķes de sua p√°gina oficial no LinkedIn. Segundo dados da pr√≥pria rede, p√°ginas completas recebem cerca de 30% mais visitas porque s√£o mais f√°ceis de serem encontradas pelos usu√°rios.
  2. Crie a sua rede e vincule seus advogados à página de seu consultório
    Para maximizar o alcance do LinkedIn, é importante que ao menos os principais médicos mantenham perfis atualizados na rede, devidamente vinculadas à página do consultório médico.
  3. Promova seus influenciadores e seja promovido por eles
    As pessoas tendem a seguir outras pessoas no LinkedIn muito mais do que empresas. Por isso √© importante que m√©dicos compartilhem, comentem e divulguem o conte√ļdo publicado pela p√°gina oficial do seu consult√≥rio m√©dico.
  4. Lembre-se de que est√° falando com outros profissionais
    Por ser uma rede exclusivamente profissional, o n√≠vel de conte√ļdo divulgado no LinkedIn √© mais alto do que nas outras redes sociais analisadas neste guia. Lembre-se de que voc√™ estar√° falando, em muitos momentos, para pares que podem ser especialistas no assunto em quest√£o.
  5. Participe de grupos de interesse
    Outro recurso √ļtil do LinkedIn s√£o os grupos de discuss√£o, normalmente segmentados por t√≥pico ou √°rea de atua√ß√£o dos membros. Eles s√£o um recurso importante para atingir um p√ļblico espec√≠fico que j√° tem interesse no seu conte√ļdo.
  6. Prestigie seus pares e colegas
    Reconhecer, congratular e promover conte√ļdos de qualidade publicados por outras pessoas e outros consult√≥rios s√£o boas estrat√©gias para interagir com a sua comunidade e criar v√≠nculos.
  7. Acompanhe as métricas e saiba o que está funcionando
    As páginas para empresas e perfis profissionais do LinkedIn contam com uma página de métricas própria que ajuda a acompanhar a evolução e o perfil dos seus seguidores.

YouTube: Para quem pretende investir em vídeos

Se a sua estrat√©gia de marketing m√©dico prev√™ a produ√ß√£o de v√≠deos originais com alguma regularidade, o YouTube √© a primeira rede social para v√≠deos com a qual voc√™ precisa se preocupar. Com quase 2 bilh√Ķes de usu√°rios mensais em todo o mundo, √©, de longe, a maior rede para conte√ļdo em v√≠deo.

Caso a produ√ß√£o de v√≠deos n√£o seja uma prioridade para seu consult√≥rio m√©dico, √© importante avaliar se faz sentido criar um canal no YouTube. Existem muitas outras plataformas para distribuir conte√ļdos espor√°dicos em v√≠deo ou fazer transmiss√Ķes ao vivo de forma eficiente, incluindo o Facebook, Instagram e o seu site, e manter um canal que n√£o √© atualizado pode gerar uma m√° impress√£o.

Caso a produção de vídeos não seja uma prioridade para sua clínica, é importante avaliar se faz sentido criar um canal no YouTube.

Vantagens e desvantagens do YouTube para médicos e clínicas

RAZ√ēES PARA UM M√ČDICO USAR O YOUTUBE

  • Principal rede para divulgar conte√ļdos em v√≠deo.
  • Muito √ļtil para materiais educativos, treinamentos e conte√ļdos similares.
  • Pode ser utilizada como uma plataforma para transmiss√Ķes ao vivo.
  • O YouTube √© o segundo buscador mais popular da internet, atr√°s apenas do Google.

QUANDO UM M√ČDICO N√ÉO DEVE USAR O YOUTUBE?

  • N√£o produzo v√≠deos com regularidade.
  • N√£o tenho recursos para produzir v√≠deos de qualidade.

DICAS PARA M√ČDICOS NO YOUTUBE

O YouTube √© o melhor local para divulgar v√≠deos n√£o apenas em raz√£o da sua enorme audi√™ncia mas tamb√©m porque propicia a mais r√°pida indexa√ß√£o no Google. Para o seu conte√ļdo ser encontrado no buscador, o YouTube √© uma op√ß√£o significativamente mais eficiente que o Facebook ou o seu pr√≥prio site. Principais estrat√©gias para criar um canal relevante no YouTube.

  1. Crie um canal para seu consultório médico
    O YouTube permite criar canais de usuários e canais de empresas. Prefira a segunda opção para contar com mais funcionalidade e facilitar a administração da sua conta.
  2. Crie um canal no YouTube e não um depósito
    Um dos desafios mais comuns para um canal no YouTube √© manter um ritmo consistente de postagem. Evite postar v√°rios v√≠deos de uma vez e depois passar per√≠odos longos sem subir conte√ļdo. Outra estrat√©gia que raramente produz resultados √© usar o seu canal para reproduzir entrevistas concedidas √† TV ou conte√ļdo em v√≠deo criado para outros tipos de plataformas.
  3. Otimize os seus vídeos para o Google
    Assim como o conte√ļdo que voc√™ publica em seu blog, √© importante que seus v√≠deos no YouTube sejam adequadamente indexados pelo Google. Algumas a√ß√Ķes b√°sicas s√£o escolher um t√≠tulo relevante com as palavras-chave utilizadas pela comunidade para o tema em quest√£o, produzir uma imagem de destaque (thumbnail) chamativa e informativa para seu v√≠deo, al√©m de produzir uma descri√ß√£o com termos que o seu p√ļblico provavelmente vai procurar.
  4. Peça para as pessoas se inscreverem no seu canal
    Uma das maneiras mais eficientes de começar a construir uma audiência no YouTube é lembrar e pedir para as pessoas se inscreverem no seu canal. Por isso até os mais bem sucedidos youtubers ainda usam a estratégia. Na medida do possível, faça o convite em todos os vídeos que postar.
  5. Lembre-se da regra dos 15 segundos
    Estudos mostram que internautas normalmente decidem se vão assistir a um vídeo até o fim nos 10 a 15 primeiros segundos. Por isso é recomendado usar vinhetas curtas e ir direto ao ponto.

Conclus√£o

Dificilmente um consultório ou clínica encontrará uma vantagem competitiva real em todas as redes sociais.

Ao investir nas plataformas certas, a empresa refor√ßa a mensagem sobre os p√ļblicos que ela quer alcan√ßar, o que √© um sinal de profissionalismo com a marca.

Portanto, a defini√ß√£o do p√ļblico alvo √© fundamental para decidir em quais redes vamos investir. Escolher a sua rede social pode fazer a diferen√ßa no seu neg√≥cio, portanto nossa recomenda√ß√£o √© escolher uma e trabalhar ela muito bem.

Somos uma ag√™ncia de marketing para m√©dicos e criamos um assistente virtual que √© otimizado para atrair clientes online e os ajuda a fazerem sozinhos agendamentos e pagamentos de consultas e ainda envia lembretes por email e sms para que voc√™ possa focar exclusivamente na parte mais importante de seu trabalho sem interrup√ß√Ķes para cuidar das marca√ß√Ķes.

Estamos em v√°rias redes sociais dando dicas valiosas por l√°, ent√£o siga-nos na sua rede preferida e caso queira conversar mais sobre marketing digital para m√©dicos agende aqui gratuitamente uma reuni√£o com um de nossos especialistas.

Banner Agende ReuniaŐÉo 320 x 100 px

Receba gratuitamente nossos artigos

Ap√≥s se cadastrar voc√™ poder√° receber informa√ß√Ķes, notifica√ß√Ķes e eventualmente e-mails com nossos conte√ļdos e ofertas relevantes.

* Preenchimento Obrigatório

D√ļvidas na escolha do seu plano?

Estamos aqui para te ajudar. Clique no bot√£o abaixo.

telemed logo effect
Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Oi, posso ajudar?